Significado de Pluralidade

O que é Pluralidade:

Pluralidade é um substantivo feminino da língua portuguesa que significa algo que possui em grande quantidade, o mais amplo, geral e múltiplo.

A pluralidade está relacionada com a diversidade de coisas ou pessoas reunidas em um mesmo espaço físico. Também pode significar as diversas hipóteses disponíveis para solucionar determinada situação (pluralidade de alternativas).

O termo é usado para demonstrar algo que estar em maior quantidade, quando são muitos ou vários. Exemplo: pluralidade de votos, pluralidade de moedas e etc.

Pluralidade cultural

A pluralidade cultural está relacionada com a multiculturalidade de uma nação, ou seja, quando encontram-se reunidos em um mesmo espaço vários tipos de manifestações culturas e tradições diferentes.

No Brasil, devido a sua "multi-colonização", formou-se uma pluralidade de culturas vindas de praticamente todas as partes do mundo.

A pluralidade cultural de um país é caracterizada pela aceitação da sua diversidade cultural. Em um país monocultural, por exemplo, existem restrições quanto a liberdade de expressão das culturas e tradições estrangeiras, sendo até mesmo consideradas alvos de perseguições.

Pluralidade dos mundos

De acordo com a doutrina da Religião Espírita (Espiritismo), o conceito da Pluralidade dos Mundos Habitados consiste na existência de diversos mundos no Universo que abrigam vida semelhante a da Terra, porém com graus de evolução diferenciados.

A encarnação dos espíritos é feita através de diferentes condições de mundos, desde os mais primitivos e selvagens, até os mais evoluídos, sendo a Terra considerada um planeta de transição, entre o mundo primitivo e o ideal espiritual.

Classificação dos mundos

  • Mundos primitivos: as raças primitivas e nações bárbaras habitam esses mundos. Não existe a noção de senso moral ou a paz espiritual.
  • Mundos de expiações: são os planetas em que o mal predomina. A Terra faz parte desta categoria, onde os espíritos ainda são imperfeitos, mas que começam a mostrar evoluções quanto ao senso moral e desejo de paz.
  • Mundos regeneradores: são mundos em defeitos como o ódio, o orgulho e a inveja já não existem. Os espíritos se preparam para transitar entre o mundo das expiações de o mundo das felicidades, tendo que enfrentar ainda algumas provas durante a permanência a vida neste mundo.
  • Mundos Ditosos: são mundos onde habitam espíritos mais evoluído. A vida é mais longa, não existem doenças, pestes, guerras, fome ou qualquer tipo de mal.
  • Mundos Celestes ou Divinos: são mundos onde a bondade e a felicidade imperam, sem haver espaço para qualquer tipo de maldade. São habitados pelos espíritos purificados.

Pluralidade religiosa

Não se deve confundir pluralidade religiosa com diversidade religiosa.

A diversidade ou variedade religiosa é definida pela existência de diversos cultos e formas de religião diferentes em um único espaço. Enquanto que, a pluralidade religiosa é entendida como um pensamento filosófico que diz ser todos os tipos de religiões verdadeiras e válidas.

Para a pluralidade religiosa, todas as crenças religiosas são verdadeiras, contanto que busquem pelos mesmos objetivos: o bem celestial e a felicidade da alma.

Para aceitar a ideia de pluralidade religiosa não precisa ser praticante de uma religião, já que esta é considerada uma filosofia religiosa e não uma religião em si.

Data de atualização: 22/12/2014.