Significado de Sedentarismo

O que é Sedentarismo:

Sedentarismo é a falta ou a diminuição de atividade física regular. Pode ser definido como prática de atividade física leve semanal inferior a 150 minutos, embora não esteja necessariamente associado à falta de atividade esportiva​.

O sedentarismo refere-se apenas à realização de atividades que não aumentam consideravelmente o gasto energético acima do nível de repouso, como dormir ou permanecer sentado em frente ao computador, por exemplo.

Uma pessoa que tem atividades físicas regulares como limpar a casa, caminhar para o trabalho, ou realiza funções profissionais que requerem esforço físico, não é classificado como sedentário.

Para não ser considerado sedentário, o indivíduo precisa realizar atividades físicas de intensidade moderada, pelo menos 5 vezes por semana durante 30 minutos, ou atividades físicas de intensidade vigorosa, pelo menos 3 vezes por semana, durante 20 minutos.

Atividade física pode ser definida como qualquer movimento corporal produzido pelo músculo esquelético que gera um gasto energético.

Já o conceito de exercício físico é definido como uma atividade física organizada, planejada, estruturada e repetida que tem o objetivo de melhorar ou manter um ou mais componentes da aptidão física.

Por sua vez, aptidão física são características que, em níveis adequados, possibilitam maior energia para o trabalho e o lazer, proporcionando paralelamente menor risco de desenvolvimento de doenças ligadas ao sedentarismo.

Veja também o significado de Atividade física.

Consequências do sedentarismo

Entre as principais consequências que a falta de atividade física provoca, está o acumulo de gordura na região da barriga e aumento do colesterol. Além disso, outros problemas podem ser desenvolvidos, como por exemplo:

  • Doenças cardiovasculares (risco de AVC ou infarto);
  • Aumento do risco de Diabetes do tipo 2;
  • Dor nas articulações;
  • Falta de força muscular;
  • Perda da flexibilidade articular;
  • Acúmulo gordura nas artérias;
  • Excesso de peso ou obesidade;
  • Roncos e apneia durante o sono.

Doenças causadas pelo sedentarismo

O sedentarismo, associado a hábitos não saudáveis e dietas calóricas, é a principal causa do aumento da incidência de várias doenças.

Indivíduos sedentários estão mais susceptíveis a ocorrência de doenças como hipertensão arterial, diabetes, ansiedade, obesidade, aumento do colesterol e infarto do miocárdio, além da atrofia muscular que dificulta a realização de tarefas simples do dia-a-dia.

Sedentarismo e Obesidade

A obesidade é um dos principais problemas consequentes a partir do sedentarismo. A falta de atividade física faz com que ocorra um acúmulo de gordura na região abdominal (barriga).

O sedentarismo infantil é uma das principais preocupações na contemporaneidade. As crianças sedentárias apresentam um grande risco de serem obesas na vida adulta.

Saiba mais sobre a Obesidade.

Como evitar o sedentarismo

O recomendável é que todas as pessoas façam atividades físicas moderadas em média cinco vezes por semana, no mínimo 30 minutos por dia.

Praticar atividades esportivas é uma boa solução para deixar de ser sedentário, seja correr, caminhar, pedalar, nadar, etc. Mas, mesmo sem praticar atividades esportivas, as pessoas que fazem muitos movimentos corporais durante o dia não são consideradas sedentárias (fazer caminhadas, faxina na casa, etc).

Sedentarismo e a Vida Moderna

O sedentarismo é considerado um comportamento induzido por hábitos da vida moderna. Carros, controles remotos, elevadores, escadas rolantes, etc, a tecnologia de um modo geral facilita a vida do homem moderno, mas ao mesmo tempo deixa as pessoas inativas, que acabam fazendo pouco ou nenhum esforço físico para realizar suas tarefas.

Data de atualização: 07/07/2017.