Significado de Ateu

Juliana Bezerra
Revisão por Juliana BezerraProfessora de História

O que é Ateu:

Ateu é quem não crê em Deus ou em qualquer "ser superior". A palavra tem origem no grego “atheos” que significa “sem Deus, que nega e abandona os deuses”. É formado pela partícula de negação “a” juntamente com o radical “theos” (Deus).

O termo nasceu na Grécia Antiga para descrever aquelas pessoas que rejeitavam as divindades adoradas por grande parte da sociedade. Eram considerados ímpios por não acreditarem nos muitos deuses venerados.

Nas religiões monoteístas (que envolvem a crença em um ser divino), um ateu é aquele que nega a existência de um ser supremo, onipotente (que pode tudo), onisciente (que sabe tudo) e onipresente (que está ao mesmo tempo em todos os lugares).

O ateísmo é uma "postura filosófica" dos ateus, que rejeita a ideia de existência de quaisquer deuses. É uma atitude de descrença perante a afirmação religiosa de que existem divindades e de que elas exercem influência no universo e na conduta humana.

Um ateu pode ter uma atitude ativa (quando defende de forma veemente a ausência de qualquer Deus) ou uma atitude passiva (quando nega apenas por não haver provas que demonstrem a existência da divindade).

Diferença entre ateu e agnóstico

A principal diferença entre o ateu e um agnóstico é a crença sobre a existência ou não de um Deus. Se, por um lado, os ateus afirmam que Deus não existe, os agnósticos não negam a sua existência, mas tampouco podem confirmá-la.

Os agnósticos, portanto, estão calcados na dúvida, pois não acreditam que podem afirmar a existência ou não existência de um Deus. Os ateus, por sua vez, defendem que a existência de Deus deveria ser comprovada por aqueles que nele acreditam.

Os agnósticos podem ser classificados como fortes e fracos. Os fortes acreditam que não é possível saber se Deus existe; e o fracos, dizem que a existência de um Deus pode vir a ser descoberta em algum momento.

Diferença entre ateu e teísta

Os ateus são aquelas pessoas que não acreditam em Deus e, portanto, não seguem nenhuma religião. Os teístas também não seguem nenhuma religião, isto é, não participam de ritos, celebrações e rituais religiosos, mas eles acreditam na existência de um Deus ou de Deuses.

Os teístas podem ser monoteístas, quando acreditam na existência de um único Deus; politeístas, quando acreditam em vários deuses; ou henoteístas, quando acreditam na existência de vários deuses, com um Deus supremo a todos os outros.

Ateus no mundo

Existem hoje, cerca de 750 milhões de ateus no mundo, o que representa uma porcentagem de 11% da população. Apesar desse número estar crescendo nos últimos anos, se compararmos a taxas de adeptos às principais religiões percebemos a porcentagem dos que não acreditam em Deus ainda é baixa.

Porcentagem de adeptos às principais religiões no mundo segundo a CIA:

  • Cristianismo: 31,4%
  • Islamismo: 23,2%
  • Hinduísmo: 15%

Mas essas porcentagens variam conforme os países, que podem ser mais ou menos religiosos. Suécia, Dinamarca e Vietnã, por exemplo, são países onde mais de 80% da população considera-se ateia. Outros países onde há um número alto de ateísmo são: Noruega, Japão, República Tcheca, Finlândia, França e Coreia do Sul.

O Brasil, por sua vez, é um país bastante religioso. Segundo o Censo de 2010 do IBGE, apenas 8% da população declarou-se sem religião, o que corresponde a cerca de 15,3 milhões de pessoas. Desse grupo, apenas 615 mil declararam ser ateias.

Ser ateu é crime em alguns países

Apesar de optar por ter ou não uma religião e acreditar ou não em Deus parecer uma decisão natural, em alguns países, é uma atitude condenável. O ateísmo, assim como a crença em determinadas religiões, pode ser considerado um crime, com penas que podem levar à morte.

Maldivas, Paquistão, Irã, Arábia Saudita, Mauritânia e Afeganistão são exemplos de países onde ser ateu pode levar à pena capital. Em outros países, como Egito e Indonésia, embora não haja pena de morte, não seguir nenhuma religião é expressamente proibido.

Atualmente esse fenômeno é mais comum em países muçulmanos, mas há pouco tempo atrás ser ateu no Mundo Ocidental também era passível de condenação.

Em alguns desses países, os cidadãos devem se registrar como seguidores de alguma religião, geralmente o judaísmo, o cristianismo ou o islamismo. Isso significa que ateus, agnósticos ou seguidores de outras religiões, precisam mentir sobre suas crenças.

Saiba mais sobre o Ateísmo, Teísmo e Monoteísmo.

Data de atualização: 16/04/2019.

Juliana Bezerra
Revisão por Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.