Significado de Politeísmo

O que é Politeísmo:

Politeísmo é um sistema religioso que consiste na crença em diferentes divindades.

Nas sociedades politeístas são admitidas as existências de múltiplos deuses, normalmente cada um dedicado a uma característica particular da natureza, como: deus do trovão, deus do sol, deusa da chuva, deusa da terra e etc.

O politeísmo era bastante comum em sociedades da antiguidade, como na Grécia Antiga, Roma Antiga e Egito Antigo, por exemplo. Atualmente, continua presente em algumas religiões de origem africana e asiática.

Cada divindade, no sistema politeísta, possuía forças e poderes especiais, sendo especialistas em determinadas áreas, como elementos da natureza, relações humanas, objetos, atividades e etc. Por exemplo, os gregos antigos acreditavam que Afrodite era a deusa do amor, da beleza e da sexualidade; enquanto que Atena era tida como a deusa da sabedoria e da civilização, e assim em diante.

Uma característica particular da maioria dos deuses das sociedades politeístas era a presença das suas personalidades únicas. Os deuses gregos e romanos, por exemplo, de acordo com as respectivas mitologias, viviam interferindo diretamente na vida dos mortais e, às vezes, agindo com crueldade.

Saiba mais sobre o significado de Mitologia.

Etimologicamente, a palavra politeísmo se originou a partir da junção dos elementos gregos polis, que significa “muitos”, e théos, que quer dizer “deus”, assim, o significado literal deste termo seria: “muitos deuses”.

Politeísmo e Monoteísmo

Ao contrário do politeísmo, o monoteísmo consiste na crença de apenas um único deus (ou “Deus”, neste caso).

As principais religiões monoteístas são o cristianismo, o judaísmo e o islamismo.

As divindades politeístas podiam ser representadas sob formas antropomórficas (figura humana e figura animal), enquanto que no monoteísmo “Deus” é normalmente descrito como semelhante aos seres humanos, em aparência.

Saiba mais sobre o significado de Monoteísmo e de Teísmo.

Data de atualização: 21/09/2017.