Significado de Biopsicossocial

Dra. Juliana Guimarães
Revisão por Dra. Juliana GuimarãesDoutora em Saúde Pública

O que é Biopsicossocial:

Biopsicossocial é um modelo da medicina que estuda a causa e a evolução das doenças considerando os aspectos biológicos, psicológicos e sociais. Ele se contrapõe ao modelo biomédico, que está centrado na doença e restringe-se aos fatores biológicos.

A partir de uma perspectiva biopsicossocial, a saúde e a doença são compreendidas como resultado não somente da interação dos fatores biológicos do organismo do indivíduo, mas também do ambiente em que vive e das suas relações sociais.

Este termo foi usado pela primeira vez em 1977 pelo médico e psiquiatra George L. Engel, em uma publicação na revista científica Science, onde relatava a necessidade da criação de um novo modelo médico.

Modelo Biopsicossocial X Modelo Biomédico

O modelo biomédico é aquele que estuda a causa e o progresso de doenças com base exclusivamente em fatores biológicos, como por exemplo, fatores genéticos, vírus e anormalidades somáticas.

Esse modelo da medicina está centrado na doença e tem paradigma curativista, isto é, atua no sentido de curar as doenças que os indivíduos desenvolvem. Tais doenças são estudadas a partir de uma perspectiva individualista, considerando apenas o indivíduo e não seu contexto ambiental e social.

A especialização também é outra característica estrutural do modelo biomédico, que divide a saúde em áreas específicas (cardiologia, dermatologia, neurologia, etc) e trata de cada doença e sintoma de maneira compartimentada.

O modelo biopsicossocial, por sua vez, estuda a saúde e a doença a partir de uma perspectiva integral. Considera além dos fatores biológicos, as condições psicológicas e emocionais e o contexto social e ambiental em que o indivíduo está inserido.

No modelo biomédico, a saúde significa ausência de doença, já no modelo biopsicossocial, a saúde está relacionada o bem-estar, de maneira mais ampla.

Saiba mais sobre doença e qualidade de vida.

A saúde no modelo biopsicossocial

A saúde para o modelo biopsicossocial é compreendida de maneira abrangente e considera também as dimensões subjetivas do indivíduo. O modelo biopsicossocial rejeita o mecanicismo do biomédico e adota uma perspectiva interdisciplinar.

Uma vida saudável, nesse caso, não significa a inexistência de doença, mas as condições para uma vida saudável. Como, por exemplo, habitação e alimentação adequadas, acesso à educação e ao mercado de trabalho, a possibilidade de viver em paz e em um ambiente livre de poluição.

A saúde, portanto, é resultado da interação de inúmeros fatores, que são enquadrados em três componentes:

  • Componente biológico: doenças como resultados do funcionamento do organismo e de fatores de ordem biológica, como vírus e bactérias.
  • Componente psicológico: as condições psicológicas do indivíduo podem afetar o funcionamento do corpo. Os distúrbios psicológicos, por exemplo, podem estar entre as causas de doenças.
  • Componente social: as condições sociais, econômicas e ambientais afetam a saúde e podem contribuir para o surgimento de doenças.

Segundo os pesquisadores Fuster Belloch e González Olabarría, existem 6 princípios que norteiam esse modelo:

  1. O corpo é um organismo biológico, social e psicológico. O indivíduo recebe informações, interpreta, atribui significado e reage de determinada maneira.
  2. A saúde e a doença estão em equilíbrio dinâmico e são determinadas pelos três componentes do modelo, que interagem e se alteram constantemente.
  3. A prevenção, o diagnóstico e o tratamento de uma doença devem considerar os componentes biológicos, sociais e psicológicos em conjunto.
  4. As doenças não são resultado de apenas um fator, mas de um conjunto de fatores que interagem entre si.
  5. Os profissionais especializados em cada uma das três áreas devem atuar de maneira integrada para o devido tratamento.
  6. A saúde e o bem-estar físico, social e psicológico não devem estar restritas a uma especialidade médica, mas trabalhadas de maneira interdisciplinar.

Veja também o significado de psicologia e interdisciplinar.

O profissional no modelo biopsicossocial

Para a atuação baseada em um modelo biopsicossocial é necessário repensar as práticas predominantes e ressignificar a saúde, que deixa de ser vista a partir de uma perspectiva do indivíduo e passa a ser compreendida como uma questão coletiva.

Trata-se de humanizar a saúde e compreender o indivíduo e sua saúde de maneira integral, considerando os aspectos biológicos e também o contexto social do paciente.

Por isso, além das questões técnicas e instrumentais do diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças, os profissionais de saúde precisam desenvolver habilidades relacionais e de comunicação com seus pacientes.

Isso significa que a saúde de um indivíduo deve ser compreendida como o conjunto dos aspectos biológicos, psicológicos e sociais. Isto pode ser assimilado a partir de uma escuta ativa e do estabelecimento de uma relação de confiança entre o profissional e o paciente.

Veja também o significado de humanização, saúde e saúde pública.

Data de atualização: 09/09/2019.

Dra. Juliana Guimarães
Revisão por Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública e pós-Doutorada em Saúde Coletiva pela Universidade de Fortaleza. Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará. COREN 109692