Coesão e Coerência

Coerência e coesão são dois mecanismos fundamentais para a produção de texto.

A coesão é o mecanismo relacionado com elementos que asseguram a ligação entre palavras e frases, de modo a interligar as diferentes partes de um texto.

A coerência, por sua vez, é responsável por estabelecer a ligação lógica entre ideias, para que, juntas, elas garantam que o texto tenha sentido. 

Ambos são importantes para garantir que um texto transmita sua respectiva mensagem com clareza, seja harmonioso e faça sentido para o leitor.

O que é coesão textual?

O significado de coesão está relacionado com mecanismos linguísticos do texto, que são responsáveis por estabelecer uma conexão de ideias.

A coesão cria relações entre as partes do texto de modo a guiar o leitor relativamente a uma sequência de fatos.

Uma mensagem coesa apresenta ligações harmoniosas entre as partes do texto.

Elementos de coesão textual e frases de exemplo

Veja abaixo os principais elementos de coesão textual e como eles são aplicados nas frases.

Substituições

Garantem a coesão lexical. Ocorrem quando um termo é substituído por outro termo ou por uma locução como forma de evitar repetições.

Coesão correta: Os legumes são importantes para manter uma alimentação saudável. As frutas também.

Erro de coesão: Os legumes são importantes para manter uma alimentação saudável. As frutas também são importantes para manter uma alimentação saudável.

Explicação: "também" substitui "são importantes para manter uma alimentação saudável".

Conectores

Esses elementos são responsáveis pela coesão interfrásica do texto. Criam relações de dependência entre os termos e geralmente são representados por preposições, conjunções, advérbios, etc.

Coesão correta: Elas gostam de jogar bola e de dançar.

Erro de coesão: Elas gostam de jogar bola. Elas gostam de dançar.

Explicação: sem o conectivo "e", teríamos uma sequência repetitiva.

Referências e reiterações

Nesse tipo de coesão, um termo é usado para se referir a outro, para reiterar algo dito anteriormente ou quando uma palavra é substituída por outra com ligação de significados.

Coesão correta: Hoje é aniversário da minha vizinha. Ela está fazendo 35 anos.

Erro de coesão: Hoje é aniversário da minha vizinha. Minha vizinha está fazendo 35 anos.

Explicação: observe que o pronome "ela" faz referência à vizinha.

Correlação verbal

É a utilização dos verbos nos tempos verbais corretos. Esse tipo de coesão garante que o texto siga uma sequência lógica de acontecimentos.

Coesão correta: Se eu soubesse eu te avisaria.

Erro de coesão: Se eu soubesse eu te avisarei.

Explicação: note que "soubesse" é uma flexão do verbo "saber" no pretérito imperfeito do subjuntivo e isso indica uma situação condicional que poderia dar origem a uma outra ação.

Para a frase fazer sentido, o verbo "avisar" tem de estar conjugado no futuro do pretérito para indicar um fato que poderia ter acontecido se uma ação no passado tivesse se concretizado.

Saiba mais sobre coesão.

O que é coerência textual?

A coerência textual está diretamente relacionada com a significância e com a interpretabilidade de um texto.

A mensagem de um texto é coerente quando ela faz sentido e é comunicada de forma harmoniosa, de forma que haja uma relação lógica entre as ideias apresentadas, onde umas complementem as outras.

Para garantir a coerência de um texto, é preciso ter em conta alguns conceitos básicos.

Conceitos da coerência textual e frases de exemplo

Veja abaixo os principais conceitos da coerência textual e como eles são aplicados nas frases.

Princípio da não contradição

Não pode haver contradições de ideias entre diferentes partes do texto.

Coerência correta: Ele só compra leite de soja pois é intolerante à lactose.

Erro de coerência: Ele só compra leite de vaca pois é intolerante à lactose.

Explicação: quem é intolerante à lactose não pode consumir leite de vaca. Por esse motivo, o segundo exemplo constitui um erro de coerência; não faz sentido.

Princípio da não tautologia

Ainda que sejam expressas através do uso de diferentes palavras, as ideias não devem ser repetidas, pois isso compromete a compreensão da mensagem a ser emitida e muitas vezes a torna redundante.

Coerência correta: Visitei Roma há cinco anos.

Erro de coerência: Visitei Roma há cinco anos atrás.

Explicação: "há" já indica que a ação ocorreu no passado. O uso da palavra "atrás" também indica que a ação ocorreu no passado, mas não acrescenta nenhum valor e torna a frase redundante.

Princípio da relevância

As ideias devem estar relacionadas entre si, não devem ser fragmentadas e devem ser necessárias ao sentido da mensagem.

O ordenamento das ideias deve ser correto, pois, caso contrário, mesmo que elas apresentem sentido quando analisadas isoladamente, a compreensão do texto como um todo pode ficar comprometida.

Coerência correta: O homem estava com muita fome, mas não tinha dinheiro na carteira e por isso foi ao banco e sacou uma determinada quantia para utilizar. Em seguida, foi a um restaurante e almoçou.

Erro de coerência: O homem estava com muita fome, mas não tinha dinheiro na carteira. Foi a um restaurante almoçar e em seguida foi ao banco e sacou uma determinada quantia para utilizar.

Explicação: observe que, embora as frases façam sentido isoladamente, a ordem de apresentação da informação torna a mensagem confusa. Se o homem não tinha dinheiro, não faz sentido que primeiro ele tenha ido ao restaurante e só depois tenha ido sacar dinheiro.

Continuidade temática

Esse conceito garante que o texto tenha seguimento dentro de um mesmo assunto. Quando acontece uma falha na continuidade temática, o leitor fica com a sensação de que o assunto foi mudado repentinamente.

Coerência correta: "Tive muita dificuldade até acertar o curso que queria fazer. Primeiro fui fazer um curso de informática... A meio do semestre troquei para um curso de desenho e por fim acabei me matriculando aqui no curso de inglês. Foi confuso assim também para você?"

"Na verdade foi fácil pois eu já tinha decidido há algum tempo que assim que tivesse a oportunidade de pagar um curso, faria um de inglês."

Erro de coerência: "Tive muita dificuldade até acertar o curso que queria fazer. Primeiro fui fazer um curso de informática... A meio do semestre troquei para um curso de desenho e por fim acabei me matriculando aqui no curso de inglês. Foi confuso assim também para você?"

"Quando eu me matriculei aqui no curso, eu procurei me informar sobre a metodologia, o tipo de recursos usados, etc. e acabei decidindo rapidamente por este curso."

Explicação: note que no último exemplo, o segundo interlocutor acaba por não responder exatamente ao que foi perguntado.

O primeiro interlocutor pergunta se ele também teve dificuldades de decidir que tipo de curso fazer e a resposta foi sobre características que ele teve em conta ao optar pelo curso de inglês onde se matriculou.

Apesar de ter falado de um curso, houve uma alteração de assunto.

Progressão semântica

É a garantia da inserção de novas informações no texto, para dar seguimento a um todo. Quando isso não ocorre, o leitor fica com a sensação de que o texto é muito longo e que nunca chega ao objetivo final da mensagem.

Coerência correta: Os meninos caminhavam e quando se depararam com o suspeito apertaram o passo. Ao notarem que estavam sendo perseguidos, começaram a correr.

Erro de coerência: Os meninos caminhavam e quando se depararam com o suspeito continuaram caminhando mais um pouco. Passaram por várias avenidas e ruelas e seguiram sempre em frente. Ao notarem que estavam sendo perseguidos, continuaram caminhando em direção ao seu destino, percorreram um longo caminho...

Explicação: note que a frase onde a coerência está correta apresenta uma sequência de novas informações que direcionam o leitor à conclusão do desfecho da frase.

No exemplo seguinte, a frase acaba por se prolongar demais e o receptor da mensagem fica sem saber, afinal, o que os meninos fizerem.

Saiba mais sobre coerência e coerente.

Diferença entre coesão e coerência

Coesão e coerência são pontos imprescindíveis para garantir a compreensão da textualidade.

A coesão está mais diretamente ligada a elementos que ajudam a estabelecer uma ligação entre palavras e frases que unem as diferentes partes de um texto.

A coerência, por sua vez, estabelece uma ligação lógica entre as ideias, de forma que umas complementem as outras e, juntas, garantam que o texto tenho sentido.

Em outras palavras, a coerência está mais diretamente ligada ao significado da mensagem.

Apesar de os dois conceitos estarem relacionados, eles são independentes, ou seja, um não depende do outro para existir.

É possível, por exemplo, uma mensagem ser coesa e incoerente ou coerente e não apresentar coesão. Veja os casos abaixo:

Exemplo de mensagem coesa e incoerente:

"Aberto todos os dias, exceto sábado."

(A mensagem tem uma ligação harmoniosa entre as frases, porém não faz sentido: se existe uma exceção, então o estabelecimento não está aberto todos os dias.)

Exemplo de mensagem coerente que não apresenta coesão:

"Para de mexer nessa tinta. Vá já para o banheiro! Não toque em nada. Lave bem as mãos. Vá para o seu quarto."

(A mensagem é compreensível, porém não existe uma ligação harmoniosa entre as ideias. Faltam as ligações entre as frases para que a mensagem soe natural.)

Data de atualização: 11/07/2018. Coesão e Coerência está na categoria: Língua Portuguesa