Significado de Radiação solar

Carolina Batista
Revisão por Carolina BatistaProfessora de Química

O que é a Radiação solar:

A radiação solar é a energia emitida pelo sol, na forma de radiação - ondas eletromagnéticas. Ela é emitida pela fotosfera, a camada mais externa do sol, que possui aproximadamente 300 km de extensão.

É fonte de energia para o planeta, além de ser responsável pelo seu aquecimento. Também é fundamental para a determinação do clima na Terra.

O volume de radiação varia conforme a região do Globo: as zonas que mais a recebem são as que ficam perto da Linha do Equador, já a menor incidência de radiação acontece nas áreas extremas.

Como a radiação solar chega à Terra?

A radiação solar atravessa a atmosfera e chega até a superfície terrestre, aquecendo-a. Boa parte da radiação recebida é absorvida, sendo esta parte a responsável pelo aquecimento do planeta. Outra fração - a infravermelha - é refletida e não chega à Terra.

O controle da radiação que atinge a superfície é devido à atmosfera, que a filtra diferentes maneiras, conforme o comprimento das ondas.

Uma parte da radiação solar que atinge a Terra (ultravioleta) é absorvida pela camada de ozônio, uma camada formada por gás ozônio (O3) que fica ao redor da Terra. É ela que evita que altos níveis de radiação atinjam o planeta.

Leia mais sobre a importância da camada de ozônio.

Tipos de radiação solar

A radiação solar é dividida em três tipos, que são classificados conforme os comprimentos de onda e intensidade: visível, ultravioleta e infravermelha.

Radiação visível

A radiação recebe esse nome porque é visível aos seres humanos. É a forma mais simples de radiação eletromagnética e concentra boa parte da energia que vem do sol.

Radição 2Espectro de cores da radiação visível.

Como vemos na imagem, ela é composta por um espectro das seguintes cores: vermelho, laranja, amarelo, verde, ciano, azul e violeta. Os comprimentos de ondas das cores são variáveis entre 380 nm (violeta) e 740 nm (vermelho).

Radiação ultravioleta

A radiação ultravioleta contém a menor parte da energia solar. Seu comprimento de onda é menor e por esse motivo ela não é visível.

Possui três classificações, conforme o comprimento das ondas: UVA (entre 400 nm e 315 nm), UVB (entre 315 nm e 280 nm) e UVC (entre 280 nm e 100 nm).

Radiação UVAAs ondas UVA, UVB e UVC têm diferentes comprimentos de onda.

A radiação UVA corresponde quase à totalidade da radiação ultravioleta que chega até a Terra. Em menor escala, a radiação UVB também chega à superfície. Estas duas podem causar queimaduras solares.

Já a radiação UVC, por ter as ondas mais curtas, não chega à superfície terrestre, sendo completamente absorvida pela atmosfera.

Veja mais sobre UVA e UVB.

Radiação infravermelha

A radiação infravermelha contém a maior parte da energia solar, chegando quase a 50% e também não é visível para os seres humanos. Seu comprimento varia entre 780 nm e 1 mm, o que significa que possui um comprimento maior do que a luz.

Tem a característica de produzir grande agitação térmica. Por isso, essa radiação pode causar lesões em tecidos humanos que sejam formados por muitas moléculas de água, como é o caso dos olhos.

Leia mais sobre a energia solar, efeito estufa e aquecimento global.

A radiação solar como fonte de energia

A radiação solar que chega a Terra pode ser usada para a produção de energia. O resultado desse processo é chamado de energia fotovoltaica. A geração acontece por meio de painéis solares, formados por pequenas estruturas de silício (células voltaicas).

Os painéis são instalados em áreas de grande incidência de raios solares e a energia é gerada a partir de uma reação entre os fótons presentes na radiação e as células compostas por silício.

VoltaicaSistema de produção de energia fotovoltaica em funcionamento.

O sistema possui muitas vantagens: não é poluente, não exige muita manutenção e possui alta durabilidade.

Como desvantagens podem ser apontadas o alto do preço da instalação dos painéis e a instabilidade da produção energética, que varia de acordo com as condições climáticas locais.

Conheça mais detalhes sobre a produção de energia fotovoltaica e conheça também outros tipos de radiação.

Data de atualização: 12/09/2019.

Carolina Batista
Revisão por Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).