Compreensão

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Professor de Filosofia, Mestre em Ciências da Educação

O que é Compreensão:

Compreensão é a capacidade de compreender, entender ou assimilar algo. É considerado um processo cognitivo (relativo ao conhecimento), onde é necessária a interpretação de determinada coisa para seja apreendida pelo indivíduo.

Assim, gera-se um estado mental no qual a coisa compreendida é internalizada. A compreensão é um conceito que traz, em si, a ideia de trazer para si, apreender.

Algo que é desconhecido ou incompreendido é alheio à pessoa. Quando ela compreende, aquela ideia deixa de ser algo estranho e torna-se parte de si, uma ideia, um pensamento, um conhecimento próprio.

Dessa maneira, a compreensão passa representar também um sentimento de benevolência e complacência de alguém, ou seja, quando há o entendimento das emoções ou do comportamento de outra pessoa.

A compreensão torna-se uma qualidade relativa à aceitação do outro, fundamental para estabelecer uma relação de empatia, que representa não só a compreensão, mas a ideia de se colocar em seu lugar.

A compreensão tende a estabelecer relações harmoniosas entre as pessoas, enquanto a chamada "falta

Aliás, esta é uma interpretação usada pela filosofia para se referir ao comportamento empático das pessoas que analisam diferentes processos sociais, ideológicos, culturais, etc., compreendendo que possuem processos próprios de formação.

Isso afasta a ideia de tomar o próprio modo de vida como um padrão a ser seguido (etnocentrismo), exercitando uma perspectiva relativista.

Saiba mais sobre Empatia.

Compreensão e Interpretação

Para que haja a compreensão de algo, como um texto, por exemplo, é necessária a sua interpretação. Para isso, o indivíduo deve ser capaz de desvendar o significado das construções do texto, com o intuito de compreender o sentido do contexto de uma frase.

Assim, quando não há uma correta interpretação da mensagem, consequentemente não há a correta compreensão da mesma. Alguns textos podem ser difíceis de compreender, por exemplo, pelo uso de palavras pouco conhecidas ou se estiverem em uma língua que o leitor desconhece.

A compreensão de um texto só pode ocorrer se houver uma identificação entre aquilo que o autor buscou expressar com a interpretação realizada por quem lê.

Veja também:

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestre em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).