Significado de Escola Nova

O que é a Escola Nova:

Escola Nova é um movimento que propôs mudanças no sistema de ensino, colocando o aluno no centro do processo de construção do conhecimento.

Os criadores do movimento consideravam que os métodos de ensino tradicionais já não tinham tanta eficácia na realidade social do momento e não garantiam a preparação dos alunos para serem cidadãos bem adaptados ao convívio social.

Além disso, os educadores escolanovistas creditavam à escola o papel de agente democratizador e inclusivo dos cidadãos.

O surgimento da Escola Nova

O surgimento do ideário da Escola Nova acontece inicialmente na Europa no fim do século XIX.

O movimento, também chamado de Escolanovismo ou Escolanovista, surge como forma de questionamento e contraposição aos moldes tradicionais utilizados na educação até então. Foi baseado em ideias de Jean-Jacques Rousseau, Heinrich Pestalozzi, John Dewey e Freidrich Fröebel.

Foi motivado pela rapidez das transformações sociais, políticas e econômicas da época, assim como suas consequências. Essas mudanças foram resultado principalmente das alterações causadas pela Segunda Revolução Industrial, ocorrida no final do século XIX.

Características da Escola Nova

O movimento Escolanovista acredita que a educação é o mais importante elemento para a construção de uma sociedade fundada em ideais democráticos, justos e com igualdade de oportunidades.

Para incentivar o processo de desenvolvimento de conhecimento, na pedagogia da Escola Nova são consideradas como indispensáveis as seguintes características:

  • Centralização do processo de aprendizagem nas necessidades das crianças.
  • Atenção à individualidade de cada aluno.
  • Respeito à diversidade.
  • Integração da aprendizagem escolar com conceitos sociais importantes.
  • Incentivo à reflexão, à observação e ao pensamento crítico.
  • Valorização das experiências pessoais dos alunos no processo de aprendizagem.
  • Preparação dos alunos para viver em um mundo dinâmico e em constante transformação.
  • Integração de todos os aspectos humanos: racional, emocional e físico.
  • Oferta de ampla educação democrática, gratuita e laica.

A aplicação dessas ideias leva a pedagogia Escolanovista a incentivar a aprendizagem na vida cotidiana, a partir de aplicações práticas.

São alguns exemplos: realização de pesquisas, estudos sobre temas sociais e incentivo à resolução de problemas.

A partir dessas experiências, e conforme o desempenho e o interesse demonstrado por cada aluno, diferentes conteúdos educativos podem ser aplicados a cada criança.

Escola Nova e democracia

Para Maria Lúcia de Arruda Aranha, educadora que estudou Filosofia da Educação, a Escola Nova seria o caminho ideal para ultrapassar as desigualdades sociais. Ela defende a ideia de que a pedagogia Escolanovista seria capaz de permitir mais mobilidade e justiça social.

A relação do método pedagógico proposto pelo movimento com as bases democráticas é fundamental para atingir os objetivos desejados pelos defensores da Escola Nova.

Leia também os significados de Democracia, Filosofia da Educação e Escola.

A Escola Nova no Brasil

No Brasil, a Escola Nova ganhou força a partir da década de 1920, sendo Rui Barbosa o pioneiro das ideias escolanovistas no país.

Em 1932, é publicado o Manifesto dos Pioneiros da Educação. Fernando de Azevedo, Lourenço Filho e Cecília Meireles foram alguns dos educadores que assinaram a publicação.

O documento inclui os conceitos da Escola Nova com adaptações ao contexto social do país na época. Reivindica a criação de um sistema de ensino mais adequado às necessidades brasileiras, que pudesse ser considerado um modelo educacional mais democrático.

No Manifesto, educadores brasileiros pediam que a escola pública oferecida no país fosse garantida a toda a população, centrada na diminuição das diferenças sociais e na valorização das aptidões percebidas em cada aluno.

Assim como ocorreu na Europa, os educadores que apoiavam o movimento também desejavam a reforma do método de ensino tradicional do país. Eles acreditavam que a educação e o estímulo ao aprendizado poderiam garantir mais igualdade entre os cidadãos.

Para saber mais sobre educação e ensino, leia também os significados: desenvolvimento cognitivo, pedagogia, aprendizagem e inclusão escolar.

Data de atualização: 05/08/2019.