Ética

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Professor de Filosofia, Mestre em Ciências da Educação

O que é ética:

Ética é a área da filosofia dedicada às ações e ao comportamento humano, filosofia moral. O objeto de estudo da ética são os princípios que orientam as ações humanas e a capacidade de avaliar essas ações.

Ética e moral se diferenciam por a ética ser compreendida de maneira universal, enquanto a moral está sempre ligada aos fatores sociais e culturais que influenciam os comportamentos.

De uma forma sucinta, a ética é uma teoria que se ocupa dos princípios que orientam as ações, já a moral é prática e está relacionada às regras de conduta.

A palavra ética é derivada do grego ethos, que significa, "hábito", "comportamento", "modo de ser".

A ética abrange uma vasta área, podendo ser aplicada à vertente profissional. Existem códigos de ética profissional que indicam os princípios fundamentais que orientam uma profissão.

Assim, pode-se pensar em princípios básicos para o comportamento de alguns profissionais, tais como um médico, jornalista, advogado, empresário, político ou professor, sendo possível pensar em uma ética médica, ética jornalística, ética empresarial e ética pública, etc.

A ética pode ser confundida com lei, embora a lei tenha como base princípios éticos, a ética não são normativas como as leis. Os códigos de ética possuem direcionamentos e o seu descumprimento pode ser passível de sanção, mas não são considerados crimes.

Diferença entre ética e moral

Ética e moral são temas relacionados, mas são diferentes. Isso porque moral se fundamenta na obediência a normas, costumes ou mandamentos culturais, hierárquicos ou religiosos. Já a ética, busca fundamentar o modo de viver pelo pensamento humano.

A ética não se resume à moral, que é geralmente entendida como costume, ou hábito, mas busca a fundamentação teórica para encontrar o melhor modo de viver e agir no mundo.

Muitos filósofos importantes estudavam e definiam a ética. Para Aristóteles, por exemplo, toda a racionalidade prática visa um fim ou um bem e a ética tem como propósito estabelecer a finalidade suprema que está acima e justifica todas as outras, e qual a maneira de alcançá-la.

Essa finalidade suprema, para Aristóteles, é a felicidade. Não se trata dos prazeres, riquezas, honras, e sim de uma vida virtuosa, sendo que essa virtude se encontra entre os extremos e só é alcançada por alguém que demonstre prudência (conhecida como a justa medida).

Veja também:

Data de atualização: 15/07/2021.


Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestre em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).