Exemplos de figuras de linguagem

Carla Muniz
Revisão por Carla MunizProfessora licenciada em Letras

As figuras de linguagem são recursos linguísticos utilizados na Língua Portuguesa para enriquecer ou dar mais ênfase aos textos. Elas também podem ser usadas para dar um significado diferente ao contexto apresentado.

Nas figuras de linguagem, uma palavra ou expressão é usada em um sentido diferente do usual, ou seja, é utilizada assumindo um novo significado dentro do contexto.

Existem muitos tipos de figuras de linguagem. Para entender melhor, vamos conhecer alguns exemplos das figuras mais utilizadas:

Catacrese

É o uso de uma palavra com o significado diferente do usual. A palavra é utilizada em substituição nas frases ou situações em que o objeto referido na frase não possui um nome específico.

Exemplos:

  • A receita leva também três dentes de alho.
  • A sopa estava tão quente! Queimei o céu da boca.
  • Cuidado! O pé da mesa está quebrado.

Conheça mais sobre a catacrese.

Metáfora

A metáfora é uma figura de linguagem em que se usa uma palavra em substituição a outra pela semelhança de significado que elas possuem.

A comparação acontece normalmente pelo sentido figurado da expressão escolhida.

Exemplos:

  • Ela é uma mãe leoa.
  • Aquela criança é um anjo.
  • Desista disso, não dê mais murro em ponta de faca.

Leia também o significado de metáfora e veja outros exemplos.

Eufemismo

No eufemismo, utiliza-se uma expressão para dar mais suavidade à informação que se deseja transmitir. A figura de linguagem é frequentemente utilizada em situações negativas, quando se deseja diminuir o impacto da informação.

Exemplos:

  • Ele foi convidado a se retirar da empresa.
  • O cachorrinho dela foi para o céu.
  • João foi punido pela mãe porque faltou com a verdade.

Veja o artigo sobre eufemismo e conheça outros exemplos.

Ironia

Na ironia, usam-se palavras com um sentido diferente do que se deseja expressar. Nessa figura de linguagem, as palavras utilizadas utilizadas indicam o oposto daquilo que realmente significam.

Exemplos:

  • Estudou tanto que não acertou nenhuma questão do exame.
  • Fiquei muito feliz com o seu atraso.
  • Cheguei no aeroporto e perdi meu voo. Era tudo o que eu queria!

Para entender melhor, leia sobre ironia e veja outros exemplos de uso da ironia.

Pleonasmo

No pleonasmo existe redundância, ou seja, são usadas duas ou mais palavras que possuem o mesmo significado e transmitem uma ideia já explicitada no texto.

Essa figura de linguagem pode ser usada quando se deseja reforçar uma ideia já dita anteriormente.

Exemplos:

  • Quando encontrar a escada, é só subir pra cima.
  • Vou dividir a melancia em duas metades iguais.
  • Ela disse que a entrega foi adiada para depois.

Leia mais sobre o pleonasmo.

Antítese

Na antítese são usadas palavras que possuem sentidos opostos, ou seja, termos com significados contrários entre si. O uso da antítese pode ajudar a destacar uma ideia de contraste desejada pelo autor do texto.

Exemplos:

  • Tristezas e alegrias fazem parte da nossa vida.
  • Ele pensava sobre o assunto dia e noite.
  • Joana vai todos os dias à aula, faça chuva ou faça sol.

Conheça mais sobre a antítese.

Hipérbole

A característica da hipérbole é a expressão de um exagero. Nessa figura de linguagem, a utilização do exagero acontece de forma intencional para dar mais destaque à ideia transmitida.

Exemplos:

  • Eu passei o dia todo morrendo de sono.
  • Ela ficou horas esperando para encontrar uma vaga de estacionamento.
  • Seu choro fez um vale de lágrimas.

Veja mais sobre a hipérbole.

Anáfora

A anáfora é uma figura de linguagem que usa a repetição de termos. Nessa figura de linguagem, a palavra é retomada ao longo do texto para destacar a ideia da mensagem, deixando-a em evidência.

Exemplos:

  • "É ferida que dói e não se sente, é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer". (Luís de Camões)
  • Ela não foi à aula ontem, ela estava viajando.

Veja também o significado de anáfora e conheça mais sobre outras figuras de linguagem.

Data de atualização: 10/10/2019.

Carla Muniz
Revisão por Carla Muniz
Professora, lexicógrafa, tradutora, produtora de conteúdos e revisora. Licenciada em Letras (Português, Inglês e Literaturas) pelas Faculdades Integradas Simonsen, em 2002.