Filantropia

O que é filantropia:

Filantropia é o ato de ajudar o próximo, por meio de várias atitudes altruístas e solidárias que colaboram com o suporte para com outros seres humanos. Doações de roupas, comida, dinheiro e demais ações de caridade são alguns exemplos.

A palavra filantropia se originou a partir do termo grego philanthropia, que pode ser traduzido como "amor ao homem" ou "amor à humanidade".

A filantropia pode ser praticada por indivíduos (filantropos) ou por entidades filantrópicas, que normalmente são grupos ou organizações que não possuem fins lucrativos (ONGs, por exemplo). No entanto, em ambos os casos, o propósito é propagar questões humanitárias e de interesse público, seja no âmbito social, da saúde, do meio ambiente, da educação, etc.

Em suma, o filantropo disponibiliza tempo e, na maioria dos casos, dinheiro próprio para ajudar quem necessita, sem esperar nada em troca por esse suporte oferecido.

Acredita-se que a origem do conceito de filantropia teria sido criado pelo imperador romano Flávio Cláudio Juliano. Este queria eliminar o cristianismo do Império e voltar a instaurar o paganismo. Para isso, começou a disseminar a filantropia como uma alternativa a ideia de caridade cristã.

Filantropia está mais relacionado com poder dar algo, até mesmo tempo e atenção, para outras pessoas ou para causas importantes com o objetivo apenas de se sentir bem, podendo ser praticada em igrejas, hospitais, escolas, etc.

Uma das possíveis manifestações de filantropia é o voluntariado, quando alguém investe parte do seu tempo para contribuir com uma causa solidária sem receber uma compensação financeira.

Saiba mais: filantropo.

Exemplos de ações da filantropia

Existem diversas ações que podem ser classificadas como filantrópicas. Alguns dos exemplos mais comuns são:

  • Doar roupas para quem precisa;
  • Doar cestas básicas para quem tem dificuldades financeiras de comprar alimentos;
  • Doar dinheiro para instituições de caridade que promovem várias ações de auxílio aos menos favorecidos;
  • Se voluntariar como educador;
  • Praticar alguma atividade ou serviço de modo voluntário (médico, advogado, etc).

O que é o Terceiro Setor?

As entidades filantrópicas pertencem ao chamado Terceiro Setor. Este é formado por instituições sem fins lucrativos que visam proporcionar soluções para questões públicas.

O Primeiro Setor é o governo que, teoricamente, deveria estar no comando da resolução de todas as necessidades da camada pública social. O Segundo Setor, por sua vez, é representado pelas empresas privadas, que tratam de responder às questões de caráter individual.

Saiba mais sobre o terceiro Setor e responsabilidade social.

Diferença entre Filantropia e Misantropia

Ambos são conceitos opostos. A filantropia se resume ao "amor à humanidade", ou seja, quando o propósito é auxiliar as pessoas. Por outro lado, a misantropia é o total "ódio à humanidade", quando a pessoa (chamada de misantropo) sente-se desconfortável em interagir ou simpatizar com outros indivíduos.

A misantropia pode se manifestar de modo extremo sobre alguns grupos sociais, como o ódio por mulheres (misoginia) e o ódio por homossexuais (homofobia).

Saiba mais sobre a misantropia.