Significado do Impressionismo

O que é o Impressionismo:

O Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na França, na segunda metade do século XIX, durante o período da Belle Époque (Bela época).

A principal proposta do impressionismo era mostrar, através das artes plásticas, principalmente a pintura, os efeitos da luz no ambiente, além de apresentar as impressões pessoais dos artistas quanto ao que observavam, através de cores primárias (também chamadas de cores puras).

É conhecido como o movimento que deu origem a Arte Moderna e suas obras são conhecidas pela presença de contraste, efeitos de sombras feitos através das próprias pinceladas dos artistas, além da luz e da claridade das cores.

O termo impressionismo surgiu após a primeira obra do pintor francês Claude Monet, chamada de “Impressão - Nascer do Sol” (Impression du Soleil Levant - 1872). O artista é conhecido como um dos principais propulsores do movimento impressionista.

impressao nascer do solQuadro Impressão Nascer do Sol, de Claude Monet (1872).

O impressionismo também ficou conhecido por se opor ao movimento que vigorava na época, o neoclassicismo, que inspirava os artistas a expôr a realidade e a objetividade através de suas obras, sem a presença de suas opiniões quanto ao que observavam.

Como o foco do impressionismo era que os artistas retratassem nas obras a sua visão pessoal, dando mais liberdade para a criação, foi um movimento duramente criticado pela elite artística francesa da época.

Além de Monet, outros artistas que se destacaram por seus trabalhos impressionistas foram:

  • O pintor Édouard Manet (1832 – 1883);
  • O pintor Edgar Degas (1834 – 1917);
  • O pintor Pierre-Auguste Renoir (1841 – 1919);
  • O pintor Camille Pissarro (1830 – 1903);
  • A pintora Berthe Morisot (1841-1895);
  • A pintora Mary Cassatt (1844-1926);
  • O escultor Auguste Rodin (1840-1917).

Como foi um dos primeiros movimentos artísticos a focar numa maior liberdade nas artes plásticas, permitindo que os artistas seguissem menos regras e técnicas academicistas, o impressionismo se tornou um dos maiores movimentos artísticos da Europa, dando início a era da Arte Moderna.

As principais características do impressionismo são:

  • Destaque para temas da natureza, especialmente paisagens;
  • Valorização da luz natural;
  • Uso de cores decompostas e primárias;
  • Uso de sombras coloridas e luminosas;
  • Foco nos estudos dos efeitos óticos (ilusões);
  • Valorização pela pintura feita ao ar livre;
  • Preferência pela mistura de cores através da ilusão de ótica e não pela técnica (mesclagens), ou seja, não há a mistura de cores para criar novas tonalidades, mas apenas o uso de pigmentos primários justapostos;
  • Aplicação da lei das cores complementares;

Principais artistas e obras do impressionismo

Claudet Monet

O pintor francês Claudet Monet foi considerado um dos mais importantes artistas para o movimento impressionista. Sua obra intitulada de Impressão, Nascer do Sol, foi a responsável por dar o nome ao movimento.

Esse nome foi dado ao movimento de forma pejorativa pelo crítico de artes plásticas Louis Leroy, ao ver a obra de Monet. Isso porque o quadro passava a “impressão” de uma paisagem e não necessariamente a realidade dela.

Isso ocorreu, porque até então as obras da época possuíam total influência do movimento neoclassicista, em que os artistas retratavam a realidade e a objetividade do que observavam, contrariando qualquer arte que saísse das técnicas acadêmicas do movimento.

nenufares e a ponte japonesaQuadro Nenúfares e a ponte japonesa, 1899 de Claude Monet.

Édouart Manet

Foi um famoso pintor francês impressionista, conhecido por desafiar o estilo de obras padronizadas na época, ao usar novas técnicas de cores em suas pinturas. Uma de suas principais obras foi intitulada como A execução de Maximiliano.

A EXECUÇÃO DE MAXIMILIANOQuadro Execução de Maximiliano, de 1868.

Pierre-Auguste Renoir

O pintor francês começou sua vida nas artes plásticas ao se mudar para Paris ainda muito jovem e se tornar ajudante de um pintor de porcelana. Desenvolveu suas habilidades até se tornar um dos maiores artistas impressionistas. Uma de suas obras mais conhecidas é o quadro O almoço dos barqueiros.

O ALMOÇO DOS BARQUEIROSQuadro O almoço dos barqueiros, de 1880.

Edgar Degas

Foi o pintor francês impressionista que ficou famoso por suas obras voltadas para as figuras femininas e pelo efeito de movimento que fazia em seus quadros. Suas duas obras mais famosas são Bailarinas em cena e Bailarinas em Azul.

BAILARINAS EM CENA _ EDGARBailarinas em cena, de 1890.

Camille Pissarro

O pintor francês também foi é considerado como um dos líderes do movimento impressionista e foi o único pintor a participar de 8 exposições independentes realizadas pelos impressionistas em Paris. Uma de suas principais obras é intitulada por Aldeia perto de Pontoise.

aldeia perto de pontoiseQuadro Aldeia perto de Pontoise, de 1874.

Berthe Morisot

A pintora francesa, que chegou a pintar obras realistas, se tornou amiga de Édouart Mante, que influenciou diretamente a sua maneira de pintar. Berthe se tornou uma das pintoras mais famosas do movimento impressionista, deixando diversas obras que representam o período, como seu quadro Reading (lendo).

readingQuadro Reading, de 1888.

Mary Cassatt

Outra pintora famosa para o movimento impressionista foi a estadunidense Mary Cassatt, que viveu boa parte da vida adulta na França, sendo influenciada pelo movimento. Uma de suas principais obras é chamada de The Tea (o chá).

the teaQuadro The Tea, 1880.

Pós-impressionismo e neoimpressionismo

O pós-impressionismo é um período artístico que surgiu no final do século XIX, se estendendo até o início do século XX e apareceu como extensão do Impressionismo, porém com um novo conjunto de estilos, técnicas e tendências artísticas.

Essas novas técnicas proporcionavam a liberdade para o uso de novas cores que não eram utilizadas no Impressionismo, como preto, por exemplo. Além disso, buscava uma independência na criação da obra, com ênfase numa maior liberdade do artista.

A ideia central dos artistas pós-impressionistas não era renegar ou esquecer o impressionismo, mas sim aprimora-lo, tendo uma abordagem artística livre, simplificada e expressiva.

A importância da “cor viva” e da bidimensionalidade nas obras são duas abordagens artísticas muito importantes para os pós-impressionistas. O Cubismo, o Expressionismo e o Fauvismo são exemplos de estilos artísticos que surgiram a partir deste período.

Os principais artistas pós-impressionistas, são:

  • O pintor holandês Vincente Van Gogh, conhecido por utilizar a técnica de óleo sobre tela. Uma de suas obras mais famosas é intitulada de Quarto em Arles, do ano de 1888.

QUARTO EM ARTESQuarto em Arles, 1888.

  • O pintor francês Paul Cézzane (1839-1906) conhecido por uma de suas obras mais famosas, intitulada de Maçãs e Laranjas.

NATUREZA MORTA COM MAÇASQuadro Natureza Morta com Maças, de 1890.

  • O pintor francês Paul Gauguin (1848-1903) conhecido por uma de suas obras mais famosas, chamada A visão depois do sermão.

Vincent Van Gogh Pinta GirassoisQuadro Vincent Van Gogh pinta girassóis, de 1888.

Já o período do neoimpressionismo, outra extensão do impressionismo, tinha o foco em novas abordagens técnicas, sendo marcado pela técnica do Pontilhismo, também chamada de Divisionismo.

Um dos artistas mais conhecidos deste período foi o pintor francês Georges Seurat, conhecido por ser o propulsor do pontilhismo em pinturas.

uma tarde no lagoQuadro Tarde de domingo na ilha da Grande Jatte, de 1886.

Veja também o significado de Pontilhismo, Cubismo e Fauvismo.

Impressionismo no Brasil

O impressionismo chegou no Brasil a partir de duas condições: com a nova moda de pintar ao ar livre e a criação de inúmeras novas cores nas indústrias no século XIX.

O movimento surgiu no país na década de 1880, no Rio de Janeiro, onde se abriu a Escola do Ar Livre.

As pinturas se tornaram um marco no impressionismo quando os artistas brasileiros passaram a pintar em suas obras a cidade do Rio de Janeiro com o olhar mais livre, que o impressionismo proporcionava.

O ítalo-brasileiro Eliseu Visconti é o pioneiro deste estilo no país, e um dos mais expressivos representantes do gênero.

Entre os artistas brasileiros, os que mais tiveram destaque no estilo impressionista estão:

  • Eliseu Visconti (1866 – 1944);
  • Almeida Júnior (1850 – 1899);
  • Artur Timóteo da Costa (1882 – 1923);
  • Henrique Cavalleiro (1892 – 1975);
  • Alfredo Andersen (1860 – 1935);
  • Vicente do Rego Monteiro (1899 – 1970).

Impressionismo e expressionismo

O movimento expressionista nasceu na Alemanha, em 1905, sendo um movimento artístico subjetivo, dramático e que procurava expressar os sentimentos dos artistas diante do que observava.

A principal diferença entre o impressionismo e o expressionismo, é que os artistas impressionistas colocavam em suas obras, suas opiniões e percepções quanto ao que observavam, enquanto os expressionistas pintavam sobre seus sentimentos quanto ao que viam.

No expressionismo, o artista pintava tudo o que sentia, se livrando de qualquer técnica acadêmica ou regras gerais para a pintura.

A relação entre esses dois grandes períodos artísticos foi a maior liberdade dos artistas em sair do campo da realidade em suas pinturas, colocando mais as suas percepções e sentimentos, o que não acontecia em movimentos anteriores como Realismo. Ambos são conhecidos como os movimentos que iniciaram o período da Arte Moderna.

Veja mais sobre o significado de expressionismo e arte moderna.

Impressionismo na literatura

Na literatura, o impressionismo representa o uso de uma linguagem exata, baseada no pensamento científico, para narrar eventos da realidade cotidiana.

Outros temas que também foram abordados pelos impressionistas são: o erotismo, a frustração, a falta de comunicação, a morte e o cansaço da vida.

Os autores se apropriavam de metáforas para descrever as emoções e sentimentos. Neste caso, também era característico do impressionismo a valorização da visão do presente (“percepção visual do instantâneo”), com a descrição de cores e tons das paisagens.

Alguns dos principais escritores que se destacam neste estilo são: Marcel Proust (1871 – 1922), Raul Pompeia (1863 – 1895), Eça de Queirós (1845 – 1900) e Euclides da Cunha (1866 – 1909).

Veja também o significado de realismo.

Data de atualização: 24/07/2020.