Narrativa

O que é uma narrativa:

Narrativa é uma exposição de fatos, uma narração, um conto ou uma história. As notícias de jornal, história em quadrinhos, romances, contos e novelas, são, entre outras, formas de se contar uma história, ou seja, são narrativas.

As narrativas são expressas por diversas linguagens: pela palavra (linguagem verbal: oral e escrita), pela imagem (linguagem visual), pela representação (linguagem teatral), etc.

Elementos da Narrativa

A narrativa é uma sequência de fatos interligados que ocorrem ao longo de certo tempo e possui elementos básicos na sua composição:

  • Fato — corresponde à ação que vai ser narrada (o que)
  • Tempo — em que linha temporal aconteceu o fato (quando)
  • Lugar — descrição de onde aconteceu o fato (onde)
  • Personagens — participantes ou observadores da ação (com quem)
  • Causa — razão pela qual aconteceu o fato (por que)
  • Modo — de que forma aconteceu o fato (como)
  • Consequência — resultado do desenrolar da ação

A narrativa se desenvolve em torno de um enredo, nome que se dá a sequência dos fatos. A partir do enredo chega-se ao tema, que é o motivo central do texto. O enredo apresenta situações de conflitos ou ações, que são divididos em quatro partes:

  • Apresentação — vários elementos como as personagens, cenário, e tempo, são apresentados pelo narrador, para enquadrar o leitor relativamente aos fatos.
  • Desenvolvimento — aqui o conflito tem origem, havendo o confronto entre os personagens.
  • Clímax — é o expoente máximo do conflito, existindo uma enorme carga dramática e onde alguns fatos importantes atingem sua maior dramaticidade.
  • Desfecho — é a parte final da narrativa que revela o resultado do clímax, sendo que o conflito pode ou não ter sido resolvido.

Os personagens de uma narrativa podem ser descritos do ponto de vista físico e psicológico, exercendo diversos papéis:

  • Protagonista — é o personagem principal de uma narrativa, tem o papel mais importante no desenrolar da ação.
  • Antagonista — aquele que se opõe ao protagonista, sendo o seu inimigo. Muitas vezes só é revelado como antagonista durante o clímax.
  • Personagem secundária — apesar de ter um papel menos importante que o protagonista, é também importante para o desenvolvimento da ação.
  • Figurante — tem como função ajudar a descrever um ambiente ou espaço do qual faz parte. O seu papel não tem influência na ação.

Narrativa Literária

A narrativa literária pode ser apresentada na forma de prosa e verso. Quanto ao conteúdo, estão agrupadas em três gêneros: narrativo, lírico e dramático.

Em toda narrativa, há um narrador, que conta o que acontece. Não deve ser confundido com o autor do texto. O narrador pode ser um personagem que participa da ação. Nesse caso, trata-se de um narrador em primeira pessoa. Quando ele não participa da história, mas apenas relata o que fazem os personagens, trata-se de um narrador em terceira pessoa.

Entre as formas de narrativas em prosa, destacam-se:

  • Romance — aborda uma narrativa de ficção, longa, com vários personagens que vivem diferentes conflitos e cujos destinos se cruzam, através de um enredo narrado numa sequência temporal. Um romance pode contar diferentes tipos de histórias: romance policial, romance histórico, romance de aventuras, etc. Ex.: Morte na Praia, de Agatha Christie,
  • Novela — é uma narrativa menos abrangente que o romance, composta de uma série de unidades encadeadas, mas articulada em torno de um personagem central. Ex.: O Alienista, de Machado de Assis, Vidas Secas, de Graciliano Ramos, etc.
  • Conto — é uma narrativa mais curta, compacta e com poucos personagens. Concentra-se em torno de um só personagem, onde só existe um conflito num espaço de tempo reduzido.
  • Crônica — possui um texto mais informal, que relata acontecimentos do dia a dia, onde várias vezes o cronista sutilmente denuncia algum problema de ordem social.
  • Fábula — é uma pequena narrativa que expressa uma mensagem de fundo moral. As personagens das fábulas são, geralmente, animais que representam tipos humanos. Ex.: A Cigarra e a Formiga e A Lebre e a Tartaruga, de La Fontaine.

Narrativa de aventura

A narrativa de aventura é aquela que descreve ações desenvolvidas por um personagem representado por um valente herói, que vive as mais surpreendentes situações.

O aventureiro enfrenta desafios e se envolve em diversas aventuras para escapar do perigo. A ação é um elemento principal numa narrativa de aventura. Ex.: As Viagens de Gulliver, de Jonatham Sift, Odisseia e A Ilíada, de Homero, etc.

Veja também:

Atualizado em