Significado de Necrose

O que é Necrose:

Necrose consiste na morte de um tecido, órgão ou grupo de células que compõem um organismo vivo. A necrose ocorre quando há a falta de irrigação do suplemento sanguíneo para as células, provocando a sua deteriorização.

Vários podem ser os motivos para o surgimento de necroses, seja através de agentes físicos (ferimentos, hipotermia, radiação, etc); agentes químicos (exposição a substâncias tôxicas, drogas, venenos, etc); agentes biológicos (infecções bacterianas, virais, de parasitas, etc); e insuficiência circulatória (a partir de vasoconstrições e infartos, por exemplo).

Independente da causa, a necrose surge quando as células que formam o tecido do local sofrem uma lesão irreversível, cessando todas as funções orgânicas e metabólicas destas.

A última etapa da necrose é quando ocorre o desaparecimento total do núcleo das células. No entanto, antes de atingir esta etapa final, as células sofrem outros fenômenos microscópicos graves, conhecidas por picnose (redução do núcleo), cariorrexe (cromatina irregular e perda dos limites nucleares) e cariólise (desaparecimento do núcleo e da cromatina).

Macrocospicamente, os primeiros sinais de necrose costumam ser o enegrecimento e perda de sensibilidade do tecido. Em alguns tipos de necrose, quando diagnosticada atempadamente, podem tratadas para que ocorra a recuperação do tecido afetado ou a retirada deste e substituição por outro que esteja sadio. No entanto, quando as células ósseas necrosam a única alternativa costuma ser a amputação do membro necrosado.

A origem desta palavra está no grego nékrosis, que significa literalmente "morte" ou "mortificação".

Tipos de necrose

Estes são alguns dos principais tipos de necrose:

  • Necrose de coagulação: também conhecido por "necrose isquêmica", consiste na falta de fornecimento sanguíneo para o tecido orgânico. Ocorre devido a perda de sangue.
  • Necrose de liquefação: ocorre em infartos cerebrais e em infecções, principalmente bacterianas. Ocorre num processo inflamatório no tecido afetado e, consequentemente, o aparecimento de leucócitos que tentam atacar os microrganismos invasores. Costuma haver a formação de pus na area necrosada, como resultado da fagocitação das células mortas.
  • Necrose caseosa: um tipo de necrose comum em casos de tuberculose. O tecido é caracterizado por apresentar uma aparência esbranquiçada e amarelada, semelhante a um queijo cremoso.
  • Necrose fibrinoide: comum em doenças que sejam auto imunes, como o lúpus, a artrite reumatóide e a febre reumática, por exemplo.
  • Necrose gangrenosa: ocorre quando um membro perde o fornecimento de sangue e morre. Os tecidos ficam com aspecto de "pele de múmia", secos e duros. Exalam um odor pútrido, com a formação de bolhas gasosas.

Necrose e Apoptose

Ambos são tipos de mortes celulares, no entanto, diferente da necrose, a apoptose é a morte celular programada. A grande diferença está no fato da necrose ser formada sempre através de consequências patológicas, enquanto que a apoptose pode surgir como consequência de processos fisiológicos normais do organismo.

Data de atualização: 31/03/2017.