Impactos Ambientais

O que é Impacto Ambiental:

Os impactos ambientais são mudanças no meio ambiente causadas pela atividade humana (atividade antrópica). Dependendo da atividade, o impacto negativo ou pode haver um impacto positivo.

Segundo o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama):

Impactos ambientais são interferências biológicas, químicas e físicas no meio ambiente provocadas pelo sistema produtivo humano, com consequências nos biomas, na saúde, segurança e bem-estar da população.

Exemplos de Impactos Ambientais

  • Erosão do solo causada pela atividade agropecuária
  • Poluição do solo por descarte irregular de resíduos
  • Poluição dos rios por matérias tóxicas provenientes das indústrias
  • Desmatamento
  • Queima de combustíveis fósseis responsáveis pelo efeito estufa (como o petróleo)
  • Queimadas
  • Descarte de dejetos agrícolas em rios e lagos
  • Degradação de biomas em virtude do crescimento das populações
  • Derramamento de produtos químicos na água ou no solo
  • Esgoto doméstico em rios e afluentes, que chegam até os oceanos e mares

Tipos de Impactos Ambientais

Os impactos ambientais podem ser classificados por critérios como a sua forma, abrangência ou prazo de ocorrência:

Diretos

São o resultado direto de uma ação. Exemplo: uma companhia petrolífera derrama óleo no oceano.

Indiretos

São o resultado de uma reação secundária à atividade que impactou o ambiente. Exemplo: aumento da mortalidade infantil em uma zona em que houve o rompimento de uma barragem e a contaminação do rio.

Locais

Os impactos são restritos ao lugar onde ocorreu a ação. Exemplo: descarte de lixo em local não apropriado.

Regionais

Os impactos atingem diferentes lugares em uma região. Exemplo: poluição das águas de um rio que passa por várias localidades.

Estratégicos

Impactos de relevância coletiva ou nacional. Exemplo: desmatamento das florestas tropicais.

Temporários

Os impactos ocorrem por um tempo determinado. Exemplo: perturbação na qualidade de vida devido a uma obra (geração de poeira e poluição sonora).

Permanentes

Os efeitos se prolongam no tempo. Exemplo: aquecimento global.

Imediatos

O efeito é instantâneo à ação. Exemplo: incêndio numa floresta.

Médio e Longo Prazo

Não acontecem de forma imediata e demoram um determinado tempo para impactar. Exemplo: poluição gradativa do solo ou o processo de assoreamento de um rio.

Reversíveis

O meio afetado, após a interrupção da atividade transformadora, retorna a sua condição original. Exemplo: poluição do ar causada pela chaminé de uma indústria.

Irreversíveis

O meio afetado, após a ação, não retorna a sua condição original num prazo previsível. Exemplo: a extinção de espécies de animais e plantas.

Impactos ambientais no Brasil

A extração da madeira, a expansão dos territórios urbanos e o plantio de soja são os principais responsáveis pelos impactos ambientais no país. Eles acarretam, sobretudo, o desmatamento na Amazônia e da Mata Atlântica.

A destruição e alteração dos mangues e dunas, desertificação do cerrado e sertão nordestino, que causam migração de parte da fauna, são outros problemas ambientais.

Em 2015, ocorreu o maior desastre socioambiental brasileiro: o rompimento da barragem em Mariana, em Minas Gerais. Ao romper, a barragem de rejeitos da extração de minério de ferro, atingiu a bacia hidrográfica do rio Doce. Mais de 230 municípios dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo foram afetados pelo desastre.

No Brasil, o órgão responsável pela legislação e emissão de medidas relacionadas com o meio ambiente é o Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente).

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) é responsável pela fiscalização das normas legais estabelecidas pelo Governo para o meio ambiente.

A medição do impacto ambiental é feita por profissionais da área de gestão ambiental, geologia, entre outros campos de estudo afins. São reportados através do EIA (estudo de impacto ambiental) e RIMA (relatório de impacto ao meio ambiente).

Impactos socioambientais

Impactos socioambientais são os efeitos na saúde, na qualidade de vida e na economia da população provocados por interferências humanas no meio ambiente.

O meio ambiente é formado pelo meio físico (o solo, os oceanos, os rios etc.), o meio biótico (os animais, as plantas e os micro-organismos) e o meio antrópico (ambiente onde os seres humanos vivem).

Assim, quando falamos dos impactos negativos no meio ambiente estamos nos referindo a um conjunto de condições que abrigam e permitem a vida, incluindo a nossa. Os impactos socioambientais são aqueles que dizem respeito às alterações no meio onde vivem os seres humanos.

Um exemplo bastante claro de uma atividade humana que gera impacto socioambiental é a construção de barragens para a criação de usinas hidrelétricas. Os prejuízos ambientais e sociais costumam ser imensos.

Dentre os prejuízos socioambientais causados pelas usinas hidrelétricas, destacamos o desmatamento e o deslocamento de populações. Além disso, a pesca, atividade vital de populações ribeirinhas, costuma ser bastante afetada.

A título de exemplo, a construção da usina hidrelétrica de Itaipu, no rio Paraná, resultou na perda de 70% da biodiversidade. Com isso, as populações que vivem da atividade pesqueira são muito prejudicadas.

Vejamos outros exemplos de impactos socioambientais:

  • Poluição do ar, sobretudo nas grandes cidades.
  • Poluição das águas que abastecem populações.
  • Contaminação do solo e de alimentos.
  • Alterações climáticas, em especial o aumento das temperaturas em todo o planeta.
  • Enchentes, muitas vezes provocadas pelo mau planejamento urbano e pela impermeabilização das cidades.
  • Acidentes em barragens de rejeitos resultantes da extração de minérios.

Impacto ambiental positivo

Um impacto ambiental positivo, ou benéfico, consiste no resultado de uma norma ou medida que seja melhor para o meio ambiente. A recuperação de rios e matas têm um impacto ambiental positivo.

Exemplos de impacto ambiental positivo:

  • Recuperação de rios, lagos e córregos.
  • Mutirão para limpeza de praias.
  • Criação de áreas de preservação ambiental.
  • Recuperação de áreas florestais degradadas.
  • Proteção de espécies ameaçadas de extinção.

Veja também estes significados:

Data de atualização: 23/07/2021.