Significado de Paisagem cultural

O que é Paisagem cultural:

Paisagem cultural é uma paisagem que combina elementos culturais e naturais dentro de um recorte territorial. Também chamada de paisagem antrópica ou humanizada, a paisagem cultural é o resultado da interação do homem com a natureza.

Um dos exemplos de paisagem cultural é a cidade do Rio de Janeiro, onde é possível encontrar paisagens que combinam elementos naturais com intervenções humanas.

Criada pela UNESCO em 1992, a paisagem cultural é uma categoria utilizada para a preservação do Patrimônio Cultural.

Diferenças entre paisagem cultural e paisagem natural

Uma paisagem natural é aquela onde predominam os elementos naturais e onde houve pouca ou nenhuma intervenção humana. Nesses casos, as paisagens são resultado da ação da natureza e suas modificações são decorrentes dos fenômenos ambientais.

Paisagem naturalPaisagem natural, com pouca ou nenhuma interferência do homem.

Uma paisagem cultural, por sua vez, é aquela onde o homem provocou mudanças. Essas mudanças são decorrentes das formas que o ser humano desenvolveu suas atividades de alimentação, comunicação, cultura e locomoção.

Paisagem culturalInteração entre elementos culturais e naturais na cidade de Olinda, Pernambuco.

É importante salientar que a paisagem cultural pode ser bastante dinâmica, pois a maneira como o homem interage com o seu meio e as técnicas que utiliza para a sua sobrevivência mudam constantemente e essas mudanças se refletem no território.

Saiba mais sobre paisagem natural.

Paisagem cultural e a preservação do patrimônio

Paisagem cultural é uma categoria para a preservação do patrimônio, criada pela UNESCO e regulamentada no Brasil em 2009, pela portaria nº 127. A partir do estabelecimento dessa chancela, paisagem cultural tornou-se um instrumento de preservação do patrimônio brasileiro.

De acordo com a legislação brasileira, a paisagem cultural é:

Porção peculiar do território nacional, representativa do processo de interação do homem com o meio natural, à qual a vida e a ciência humana imprimiram marcas ou atribuíram valores.

O órgão responsável pelo reconhecimento de uma paisagem cultural é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a responsabilidade de preservar esses ambientes é tanto dos gestores públicos quanto da comunidade.

Podemos citar como exemplos de paisagens culturais do Brasil a relação entre o candando e o cerrado, o sertanejo e a caatinga, o boiadeiro e o pantanal e o gaúcho e o pampa.

Conheça melhor o cerrado, a caatinga, o pantanal e o pampa.

Paisagens cultural brasileira e a sua preservação

A UNESCO possui uma lista de paisagens culturais reconhecidas ao redor do mundo. No Brasil, destaca-se a cidade do Rio de Janeiro, que em 2012 foi a primeira área urbana do mundo a receber a chancela de paisagem cultural pela organização.

Paisagem culturalRio de Janeiro.

Além disso, a UNESCO concedeu o título de paisagem cultural ao Conjunto Arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, e a Paraty e Ilha Grande, no Rio de Janeiro.

Paisagem  culturalA Igreja de São Francisco de Assis é uma das edificações do Conjunto Arquitetônico da Pampulha.

Paisagem culturalCidade de Paraty, Rio de Janeiro.

Outros exemplos de paisagens culturais reconhecidas fora do Brasil são: a zona cafeeira na Colômbia, as antigas instalações de produção de tequila no México, as plantações de arroz nas Filipinas e a cidade de Sintra, em Portugal.

O que é paisagem?

Para a geografia, paisagem é a configuração de diversos elementos em um determinado espaço e que podem ser percebidos pelos nossos cinco sentidos: visão, olfato, tato, paladar e audição.

Uma paisagem pode ser composta de montanhas, árvores, construções, animais, etc. Os sentidos podem percebê-la pelo toque, pelo sons dos pássaros, pela própria visão, pelo cheiro de grama molhada após uma chuva e até mesmo, pelo sabor de uma fruta colhida no pé.

Saiba mais sobre a UNESCO.

Data de atualização: 24/09/2019.