Sinceridade

O que é Sinceridade:

Sinceridade significa franqueza, lisura, lhaneza ou honestidade. A sinceridade é o traço do caráter ou da personalidade de um indivíduo. É uma virtude que se traduz em uma conduta franca, verdadeira e leal.

Sinceridade é dizer o que realmente se pensa, mesmo sabendo que isso pode trazer prejuízos. A sinceridade está relacionada com falar a verdade e ser honesto com aquilo que se sente.

Uma das definições de sinceridade indicam ser uma mistura de franqueza e verdade. Por outro lado, a sinceridade também pode fazer com que a pessoa exponha algo íntimo ou o que sente, gerando algum grau de vulnerabilidade em relação a outra pessoa. Nesses casos, a sinceridade reúne a honestidade e a confiança.

Muitas pessoas que não são sinceras buscam, na mentira, uma forma de manipular a outra pessoa, controlar uma situação a seu favor, evitar uma situação embaraçosa ou mesmo se beneficiar a partir da falsidade.

Por exemplo, se um amigo te pergunta se você gosta da sua roupa nova e você diz que sim, mesmo pensando que não, isso é falta de sinceridade.

No entanto, é importante salientar que ser sincero não é ser bruto, é possível ser sincero sem magoar ou ser rude com as pessoas ao expressar opiniões.

Existe também a white lie, expressão em inglês que em português significa mentira piedosa ou mentira inocente que consiste em uma mentira com boa intenção, dita para não ferir os sentimentos de outra pessoa. Ainda assim, como toda mentira, falta com a sinceridade.

Há também o chamado "sincericídio", uma expressão popular que traz o sentido de uma fala sincera que acarreta muitos problemas e que a pessoa que foi sincera será punida por sua sinceridade. Uma analogia a um suicídio por sinceridade.

A sinceridade é um valor moral e social que pressupõe uma relação justa, honesta e cordial entre as pessoas.

Sinceridade e honestidade

Apesar de muitas vezes serem vistos como sinônimos, existem diferenças entre sinceridade e honestidade.

Por exemplo, quando uma pessoa diz: "Eu confesso, fui eu que roubei o seu carro", ela foi sincera, porque admitiu que cometeu o crime. Apesar disso, ela não foi honesta, porque cometeu um ato ilícito, que vai contra as normas morais da honradez e decência.

Veja também: