Cultura brasileira

O que é cultura brasileira?

A cultura brasileira é representada pelo conjunto de tradições, manifestações culturais, costumes, culinária e religião dos povos que viveram no país ao longo da história.

Devido a um grande processo de miscigenação de etnias, o Brasil é um dos países com maior diversidade cultural do mundo.

De maneira simplificada, pode-se dizer que a formação cultural do Brasil é o resultado da miscigenação entre o índio, o negro e o imigrante europeu. Mas também vieram para o Brasil povos de outras nacionalidades, trazendo consigo suas tradições e costumes, contribuindo para essa enorme pluralidade.

Devido à diversidade, a cultura brasileira não pode ser entendida de maneira homogênea, ela é o resultado de diferentes elementos culturais, que se expressam nas distintas regiões do território brasileiro.

A diversidade brasileira, no entanto, sempre foi acompanhada de relações desiguais e hierarquizadas, com fortes injustiças sociais e séculos de violência, especialmente contra negros e indígenas.

Manifestações culturais brasileiras

As manifestações culturais são a expressão de um povo, de seus rituais e celebrações. Conheça algumas manifestações culturais do Brasil.

Festival de Parintins

O Festival de Parintins acontece na cidade de Parintins, no Amazonas, desde o ano de 1965. São três dias consecutivos de desfiles e competição entre os dos dois bois que representam a festa: Boi Garantido e Boi Caprichoso.

Uma comissão de jurados é responsável por avaliar quesitos como enredo, música e alegoria e dar a nota final. O Festival de Parintins é considerado Patrimônio Cultural do Brasil.

ParintinsFestival de Parintins.

Festa Junina

As Festas Juninas, também chamadas de São João, são tradicionais da região nordeste do Brasil e acontecem no mês de junho. Essa tradição foi trazida pelos portugueses e sofreu influência do povos africanos e indígenas.

Nessas festas acontecem apresentações de quadrilha e de pau de fita e a decoração é feita com bandeiras coloridas e balões. Algumas comidas típicas servidas nas festas juninas são a pamonha, o curau, a canjica e a pipoca.

Festa juninaApresentação de dança em festa junina.

Desfile das escolas de samba

O desfile das escolas de samba acontece durante o carnaval e é a manifestação cultural mais famosa do Brasil. O desfile mais importante acontece na cidade do Rio de Janeiro, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí.

Diversas escolas de samba desfilam em trajes e carros alegóricos ricamente ornamentados e uma comissão julgadora avalia a apresentação. O público assiste o desfile das arquibancadas e a apresentação é transmitida ao vivo para todo o Brasil.

CarnavalDesfile de escola de samba no Rio de Janeiro.

Frevo

O frevo é uma dança típica do nordeste, especialmente da cidades de Recife e Olinda, em Pernambuco. É considerada Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Essa dança tem origem no período da abolição da escravatura, ela foi criada pelos escravos libertos para festejar o carnaval nas ruas. Os dançarinos de frevo usam roupas bastante coloridas e dançam com um pequeno guarda-chuva na mão.

FrevoApresentação de frevo.

Maculelê

O maculelê é uma dança ou um jogo feito com bastões e acompanhado por instrumentos musicais, como o atabaque. Acredita-se que essa manifestação cultural tenha origem africana e que sofreu influência indígena no Brasil.

Segundo algumas lendas, o maculelê conta a história de um guerreiro que foi atacado por uma tribo e conseguiu se defender utilizando apenas dois paus, tornando-se um herói.

MaculeleMaculelê.

Formação da cultura brasileira

A cultura brasileira começa a ser formada com a chegada dos portugueses ao Brasil e o início da colonização do território, que era ocupado por índios de diversos grupos étnicos.

Em seguida, o colonizador europeu trouxe milhões de negros africanos para trabalhar como escravos no Brasil. A escravidão foi utilizada durante todo o período da colonização portuguesa e também durante o período imperial.

A partir do século XIX, diversos imigrantes europeus vieram trabalhar em terras brasileiras, com destaque para os italianos e alemães. E no início do século XX o Brasil também recebeu uma grande quantidade de japoneses.

Cada um desses grupos étnicos teve forte influência na cultura brasileira, trouxeram suas tradições, manifestações culturais, religiões e culinária.

Esses elementos culturais não apenas foram reproduzidos em território brasileiro, como foram se fundindo e se transformando em novos elementos culturais, que no seu conjunto são a base de toda a cultura brasileira.

Saiba mais sobre diversidade cultural e sobre a formação do povo brasileiro.

Influências indígenas

Os indígenas viviam nesse território há milhares de anos e pertenciam a diferentes etnias. Dentre as de maior destaque durante o período da colonização estão os tupis e os guaranis.

Os índios tinham língua, religião, culinária e tradições próprias, mas foram violentamente reprimidos pelos colonizadores. Por meio da Companhia de Jesus, por exemplo, diversos padres jesuítas vinham para o Brasil com o objetivo de catequizar os povos originários.

Apesar da dura repressão, muitos elementos culturais de herança indígena ainda estão presentes na sociedade brasileira atual, como o hábito de dormir em redes e a confecção de objetos em cerâmica.

Na culinária, alguns pratos de origem indígena são a maniçoba, uma espécie de ensopado feito com carne e com a folha da mandioca e servido com arroz e farinha. E o tacacá, prato preparado com tucupi, mandioca, jambu e camarão.

TacacáTacacá.

Muitas palavras da língua portuguesa também são de origem indígena. Jacaré, gambá, pirarucu, sabiá, tamanduá, tucano, perereca e jiboia são exemplos de alguns nomes de animais.

Ibirapuera, Curitiba, Macapá, Sergipe, Sapucaí, Guarujá e Iguaçu são palavras que se referem a lugares e também foram incorporadas à língua portuguesa.

O folclore brasileiro também absorveu muito das lendas indígenas. Um dos exemplos mais famosos é o caipora, um menino que anda montado em um porco pela floresta e tem como função proteger as cachoeiras, os rios e os animais da floresta.

Saiba mais sobre o folclore brasileiro e conheça as personagens do folclore do Brasil.

Influência africana

Os africanos foram trazidos para o território brasileiro em navios de tráfico negreiro e foram escravizados pelos colonizadores por mais de 300 anos. Esses africanos eram de diferentes etnias, falavam línguas distintas e tinhas culturas próprias.

Assim como os indígenas, os negros escravizados foram proibidos de professar sua fé e de realizar suas manifestações culturais. Mas apesar da repressão, muito de sua cultura foi absorvida pela população brasileira.

Na culinária destaca-se o azeite de dendê, um óleo bastante utilizado na culinária africana e que é ingrediente indispensável da cozinha baiana atualmente. Um dos pratos típicos da Bahia feito com azeite de dendê é o acarajé.

AcarajéBaianas preparando o acarajé.

As religiões de matriz africana também foram desenvolvidas com elementos de origem africana. Tanto a Umbanda quanto o Candomblé cultuam os orixás, que são divindades africanas.

Os africanos também exerceram importante influência sobre a música brasileira, alguns instrumentos são o atabaque, o agogô, o afoxé e o berimbau.

O berimbau é o principal instrumento da capoeira, uma luta desenvolvida pelos negros escravizados como mecanismo de defesa e que hoje é praticada em diversos países do mundo.

CapoeiraRoda de capoeira.

Aprenda mais sobre a cultura afro-brasileira e as religiões de matriz africana Umbanda e Candomblé.

Influência dos imigrantes

Os primeiros imigrantes foram os portugueses, que colonizaram o território brasileiro por 322 anos. A sua principal influência foi, sem dúvida, a língua portuguesa - língua oficial e falada em todo o território brasileiro.

A outra influência portuguesa de grande destaque foi o catolicismo. O catolicismo esteve na base da sociedade brasileira ao longo de sua história e continua sendo a religião com mais adeptos no país.

A partir do século XIX, outros imigrantes europeus começaram a chegar no Brasil, muitos deles para trabalhar nas lavouras de café. O italianos e os alemães foram os grupos mais expressivos, mas também vieram grandes grupos de suíços, espanhóis, poloneses e ucranianos.

A influência dos povos europeus é observada na culinária, na arquitetura, nas manifestações culturais e até mesmo no idioma - em algumas cidades do Rio Grande de Sul e Santa Catarina é possível encontrar habitantes que ainda falam alemão, por exemplo.

BlumenauBlumenau, cidade de imigração alemã.

A partir do século XX, também houve uma grande imigração de japoneses, que se concentraram especialmente em São Paulo e no Paraná. A influência japonesa na nossa cultura se expressa na culinária, na prática de esportes como o judô, o karatê e o beisebol e também em festas típicas como os matsuris.

Entenda a diferença entre imigração e emigração.

Data de atualização: 31/01/2020.