Significado de Folclore Brasileiro

O que é o Folclore Brasileiro:

O folclore brasileiro pode ser definido como um conjunto de criações, mitos, ritos e lendas, baseados nas tradições que expressam a identidade cultural e social do país.

Este conjunto de tradições geralmente são passados de geração em geração, transmitidos oralmente em histórias criadas do imaginário popular brasileiro, sobretudo das regiões do interior do Brasil.

As histórias criadas possuem mensagens importantes de preservação e conservação do meio ambiente ou tem o intuito de assustar quem as ouve. Algumas delas deram origem à grandes manifestações populares brasileiras que são realizadas em vários estados.

Estas tradições e costumes brasileiros tem origem na miscigenação dos índios, portugueses e africanos, além da influência dos imigrantes vindos de várias partes do mundo, que resulta numa tradição folclórica rica, variada e que apresenta semelhanças e diferenças em cada região brasileira.

Veja mais sobre o significado de Folclore.

O folclore brasileiro inclui mitos, lendas, contos populares, ritos, cerimônias religiosas e sociais, brincadeiras, provérbios, poesia, cordéis, advinhações, comidas típicas, vestuário, adereços e tudo o que está inserido neste universo do imaginário popular. No Brasil, o Dia do Folclore é celebrado no dia 22 de agosto.

Personagens, Lendas e Mitos no Folclore Brasileiro

As lendas e os mitos são estórias e narrativas com forte simbolismo, transmitidas oralmente através dos tempos. Elas misturam fatos reais e históricos com personagens e elementos de fantasia e procuram sempre explicar fatos misteriosos ou sobrenaturais, além de alertar sobre os perigos do mundo. Alguns destes mitos e lendas, assim como seus personagens são elementos característicos do folclore brasileiro.

Iara ou Mãe-D'água

iara

A lenda da Iara ou Mãe-D'água tem como personagem principal a figura de uma mulher muito bonita que é metade mulher e metade peixe, como um ser mitológico. Com sua beleza e seu canto atraente, ela consegue encantar os homens e arrasta-os para o fundo das águas. Esta lenda é muito comum nas regiões norte e nordeste do Brasil.

Saci-Pererê

saci

A lenda do saci-pererê conta a história de um menino negro que tem apenas uma perna e sempre aparece com seu cachimbo e seu gorro vermelho, que lhe dá poderes especiais. Ele é uma figura que espanta os animais, queima plantações e comidas e acorda pessoas com gargalhadas.

Lobisomem

Este é um mito muito conhecido em várias regiões e conta a história de um homem que foi atacado por um lobo numa noite de lua cheia. Ele não morreu, mas desenvolveu uma capacidade de se transformar em lobo nas noites de lua cheia e ataca a todos os que encontra pela frente e somente um tiro de bala de prata seria capaz de matá-lo.

Boitatá

Esta lenda tem origem indígena e é considerada um dos primeiros mitos do folclore brasileiro. É representada pela figura de uma enorme cobra de fogo que protege as matas e os animais e persegue aqueles que desrespeitam a natureza. Foram encontrados relatos do boitatá em cartas do padre jesuíta José de Anchieta, em 1560. Na região nordeste, o boitatá é conhecido como "fogo que corre".

Boto

Lenda muito comum na Região Amazônica, conta a história de um jovem homem, bonito e charmoso que encanta mulheres nos bailes e festas da região. Após conquistá-las, ele as leva para a beira do rio, as engravida e antes de a madrugada chegar, ele mergulha nas águas do rio e se transforma em um boto, animal característico dos rios amazônicos.

Curupira

curupira

Diz a lenda que o Curupira é um protetor das matas e dos animais silvestres. Ele é representado por um anão de cabelos compridos e tem os pés virados para trás. Ele persegue e prega peças em todos os que desrespeitam a natureza.

Mula-sem-cabeça

mula sem cabeça

A lenda conta que uma mulher numa região do interior do Brasil, teve um romance com um padre e como castigo, nas noites de quinta para sexta-feira, ela se transforma numa mula que galopa e salta sem parar, enquanto solta fogo pelo pescoço.

Cobra Grande ou Boiúna

A lenda é uma das mais conhecidas do folclore amazônico que conta a estória de uma cobra, que cresce de forma gigantesca e ameaçadora, que abandona a floresta e passa a habitar a profundeza dos rios, que se transforma em outras embarcações e outros seres e assusta as embarcações que navegam pelos rios da região.

Festas Populares no Folclore Brasileiro

Alguns dos mitos e das lendas do folclore brasileiro deram origem as tradicionais festas populares que são realizadas em diferentes regiões do país.

Carnaval

carnaval

O carnaval teve sua origem no Egito, com o objetivo de comemorar a colheita e após ser levado para a Europa, chegou ao Brasil, por meio dos portugueses. As festas de carnaval no Brasil são realizadas em todo o país, porém as mais tradicionais são de algumas cidades do Nordeste, como Recife, Olinda e Salvador, além dos tradicionais desfiles das Escolas de Samba que acontecem nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Festa Junina

festa junina

As festas juninas são uma tradição de origem portuguesa e são muito comuns na região Nordeste do Brasil e são realizadas em comemoração aos três santos da quadra junina: Santo Antônio, São João e São Pedro.

Folia de Reis

A Folia de Reis é uma festa também de origem portuguesa que chegou ao Brasil durante o período de colonização que comemora a visita dos três reis magos ao meninos Jesus após seus nascimento.

Bumba-meu-boi

bumba meu boi

Também conhecida como boi-bumbá e com outros nomes nas regiões onde ela é realizada, a festa do boi-bumbá é uma espécie de auto encenado no meio da rua, que conta a história de uma escrava chamada Catirina (ou Catarina), que estava grávida, e que pede ao marido Chico (Pai Francisco) para comer língua de boi. O escravo atende ao desejo da esposa, matando um boi da fazenda. Quando o fazendeiro descobre ele chama pajés e curandeiros par tentar salvar o animal que acaba ressuscitando. É uma festa muito celebrada no Pará, Amazonas e no Maranhão.

Congado

O congado é uma manifestação cultural e religiosa que tem influência africana que celebra a lenda de Chico-Rei, rei de uma tribo no reino do Congo, e que foi trazido para o Brasil junto com mais 400 negros para serem escravizados.

Festa do Divino

Trazida para o Brasil pelos portugueses, a Festa do Divino tem sua origem por volta de 1320, quando a rainha D. Izabel de Aragão fez uma promessa ao Divino Espírito Santo para que não houvesse um conflito entre pai e filho em sua família.

Danças e Ritmos do Folclore Brasileiro

Os ritmos e as danças sempre estão entre os principais componentes das tradições folclóricas de um povo. O folclore brasieleiro é muito rico em ritmos que representam a cultura de uma determinada região do país, com seus figurinos e cenários representativos, acontecimentos do cotidiano, brincadeiras e muita animação nas músicas que são apresentadas geralmente em espaços públicos. Alguns dos ritmos do folclore são:

Samba de Roda

O samba de roda é uma herança do período da escravidão no Brasil, originalmente realizada em culto aos orixás e caboclos, em 1860 no Recôncavo Baiano. Se divide em dois estilos característicos: samba chula e samba corrido. Ela também é conhecida como Umbigada, pois seus movimentos se assemelham a ação de promover o encontro dos corpos na região do umbigo. Palmas e cantos animam os dançarinos na roda, ao som de instrumentos como chocalhos, pandeiros, viola, atabaque e berimbau.

Ciranda

De origem pernambucana, a ciranda é um ritmo que as mulheres de pescadores dançavam e cantavam a espera dos seus homens chegarem do mar. Ela é basicamente uma grande roda, onde os integrantes dançam em ritmo lento e andam em círculos ao som de instrumentos de percussão.

Maracatu

maracatu

De origem africana, o maracatu é um ritmo típico do estado de Pernambuco. Seu nome significa batuque ou dança e representa a saída de pessoas adeptas às religiões afro-brasileiras às ruas, para saudar os orixás. Essa manifestação ocorre durante o carnaval e as fantasias mais comuns são de reis, princesas, rainhas, índios e baianas. A dança é composta por giros e pulos sob um ritmo frenético que remete às congadas, festa popular brasileira.

Quadrilha

quadrilha

A quadrilha é o ritmo muito comum das festas juninas no Brasil, principalmente na Região Nordeste. Homens e mulheres vestidos em trajes típicos da cultura caipira dançam de maneira animada, com muitos movimentos e coreografias, ao som de músicas conhecidas como “capelinha de melão, “pula fogueira” e "cai, cai balão”. Um animador anuncia frases que marcam momentos na dança.

Frevo

É um ritmo típico do carnaval de rua e de salão da cidade de Recife, Pernambuco. Tem andamento rápido e coreografia individual, marcados por instrumentos de sopro que compõem a fanfarra.

Carimbó

carimbó

De origem indígena, o carimbó é um ritmo folclórico do estado do Pará. A dança é representada em pares, com duas fileiras de homens e mulheres voltados para o centro da roda. O ritmo da música é marcado com os pés e palmas dos homens, convidando as mulheres para a dança. Após o convite, os pares se formam e giram em torno de si mesmo.

O significado de Folclore Brasileiro está nas categorias: Geral, Expressões Populares