Hamsa ou Hansá: significado da mão com olho

Igor Alves
Revisão por Igor Alves
Professor de Língua Portuguesa

Hamsa ou Hamsá é uma palavra de origem árabe e significa “cinco” na tradução literal para a língua portuguesa, em referência aos cinco dedos da mão humana.

Para os adeptos do judaísmo e do islamismo, o Hamsá é considerado um amuleto contra o mau-olhado.

O símbolo também é conhecido como “Mão de Deus”, “Chamsá”, “Mão de Fátima” ou “Mão de Hameshh”.

Hamsa

A “Mão de Hamsá é caracterizada por representar o desenho de uma mão direita, cujos dedos possuem a mesma proporção. No centro desta mão, encontra-se um olho ou outros símbolos no meio da palma da mão, como estrelas de Davi, peixes ou pombos.

Estes símbolos ajudam a fortalecer a ideia de proteção da mão de Hamsá, que pode ter inúmeras representações.

Por exemplo, quando representado com os dedos juntos, o amuleto serve para trazer boa sorte. Caso esteja com os dedos separados, significa que deve ser usado para afastar as energias negativas, segundo a tradição popular.

O Hamsá está presente em várias doutrinas orientais, como o judaísmo, no islã e no budismo, possuindo as suas especificações próprias de acordo com cada religião.

No budismo, por exemplo, o Hamsá é conhecido por Abhaya Mundra, sendo utilizado para afastar a sensação de medo.

Tatuagem Hamsá

Atualmente, a símbolo Hamsá está presente em todo o mundo, seja em estampas de roupas, pingentes ou tatuagens.

As pessoas que decidem tatuar uma “Mão de Hamsá”, normalmente, buscam pelo significado simbólico que o amuleto carrega, além da beleza estética.

Entre outras interpretações atribuídas à "Mão de Hamsá" está o poder da fertilidade ("Mão de Fátima") e da proteção contra o medo.

Saiba mais:

Igor Alves
Revisão Igor Alves
Educador desde 2009, professor de Língua Portuguesa licenciado pela Universidade Federal do Pará. Criador de conteúdos online desde 2021.
Outros conteúdos que podem interessar